Ciclos

Uau! Fim de ano, mais uma vez!

Os menos entusiasmados insistem que é só a mudança de um dia para outro, porém tenho sempre em mim um sentimento de expectativa, animado e otimista, nessa época. É como aquele instante que antecede abrir um presente cuja forma do pacote não entrega seu conteúdo. O que será?

Ano Novo tem gostinho de possibilidades. De novidades. Ok, as novidades nem sempre são boas, no entanto, mesmo o ruim pode ser construtivo, embora muitas vezes, igualmente, doa. É o caso da pandemia que vivemos, que apesar de toda a perda e todo sofrimento, nos empurra para avanços científicos, sociológicos, políticos e humanos. Estamos repensando o que realmente nos acrescenta, estilos de vida, relações familiares, objetivos profissionais, propósitos da existência.

Penso que gostamos tanto de comemorar a passagem do ano que finda para o que se inicia porque ciclos fazem parte da nossa existência o tempo todo. Do nível da bioquímica celular (alguém aí lembra do ciclo de Krebs? – ciclo através do qual a célula produz energia para o seu metabolismo?), até os ciclos siderais, movimentos dos astros que usamos para marcar a passagem do tempo em dias e anos. Somos, basicamente, ciclos dentro de ciclos.

E o que nos espera no novo ciclo que se aproxima? Não sei! E essa é a melhor resposta possível. Imagina saber? Chato demais... Porém, sei o que quero desenvolver para enfrentar seja lá o que aparecer. Eleger o que quero alterar em mim e o que necessito incrementar. Avançar no ciclo da vida aproveitando o que vier como exercício de aprimoramento ou estímulo para a mudança.

O conceito de tempo nos permite dividi-lo em passado, presente e futuro, independente da duração de cada ciclo, sejam de horas, dias, meses, anos. Dessa forma, conseguimos separar ordenadamente o que fomos, o que somos e o que desejamos ser, e devemos escolher cuidadosamente os sentimentos adequados a cada fase. Com relação ao presente, clareza e gentileza consigo mesmo são boas pedidas. Com relação ao passado, gratidão e perdão, quanto ao futuro, a esperança e o otimismo.

Que seja bem-vindo o novo ciclo dessa encantadora aventura cujo tempo de duração chamamos “vida”. Desejo a todos um Feliz 2021!